Coração

O coração é bobo
Acredita no que não vê
Espera pelo imprevisível
Crê nas palavras
Escuta o que pensa
Ignora a realidade
Não enxerga a maldade
Sabe o que não ser
Diz sim sem medo
Dá espaço ao arrepio
Se perde no desconhecido
Se arrepende e sofre.
Querido coração,
Eu gostaria de lhe pedir:
Deixe-me tomar as decisões?
Já entrei em cada coisa
Por culpa sua…
Se bem que
Valeu tanto a pena!
Então coração,
Esquece o que eu disse.
Mesmo que sofrendo eu 
Sei que vivi
Vivi com o coração.

Anúncios

Escrito por

Estudante de Jornalismo e brasiliense. Apaixonada por cinema, literatura, música, culinária e beleza. Com família paraense, das raízes indígenas, se criou em Brasília onde pode descobrir mais sobre o mundo e se apaixonou pela profissão que escolheu. Criou o Diário em 2014, quando decidiu manter vivas as poesias que mantinha em cadernos por anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s