Melancolia

É como diz a melancolia: você percebe a existência da saudade porque tudo vira vácuo. A explosão, o êxtase, o ápice do vazio te deixa sem ação. A mágoa é culpa tua, amigo. Todas as pegadas te levavam para o lugar certo, mas você adora abusar da rebeldia e criar outras pontes. Se os acasos não são o bastante você cria oportunidades, aparentemente bobas, mas bem convenientes. Sei que gosta de estar no comando… santa saudade! Só tu, saudade, para me fazer olhar para a lua e tentar criar pontes… essas pontes acabam desmoronando como os castelos feitos de cartas. Viver perde a graça quando há saudade… mas a alegria de fazê-la morrer é a mesma de quando o sol aparece após uma braba tempestade. Confortante.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s