[O] Que[m] eu sou

Passos, bloqueios, compassos
Esperanças, medos, devaneios
Ausências, tormentos, vida
Vôos, caminhos, espaços.

Ditos, modos, conceitos
Leitos, mortes, despejos
Escritos, espaços, vírgulas
Desejos, despedidas, desfeitos.

Luzes, toques, músicos
Notas, claves, assuntos
Sussurros, gritos presenças
Vozes, sons, pazes.

Tudo estava mal, desordem
Agora está bom, mudanças
Entenda quem sou, simples
Não há chances de mudanças.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s