Palavras que voam

A simplicidade dos atos

Derrota a morte dos fracos

Desordem dos desesperados

Amolecem os corações mais fatigados

 

Se passa nos tempos

Se perdem nos ventos

As ondas abafam os calos

Se escondem nos laços

 

O que veem teus olhos

Lagrimas nos espaços

Esconda teus medos

Abrace os serenos

 

Latidos ecoam

Palavras que voam

Passos que seguem

Então os erros se vão

 

A simplicidade nos tempos

Se perdem nos espaços

Esconda teus atos

Então os erros abraçam os laços.

 

Se passa dos fracos

O que veem serenos

Desordem nos calos

Latidos nos ventos.

 

Derrota nos olhos

Amolecem os desesperados

Se perdem fatigados

Passos de medos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s