Ceder

É complexo não saber e sentir
Esperar que o medo te faça perder
Uma cabeça que toca a alma
E bebe da taça da vitória.

É difícil viver sem ti
Quando foi fácil me envolver
Trocar o chão pela cama
E recriar a memória.

Seria mais simples recomeçar
Esquecer de amar
Seguir em frente.

Mas começo a crer no momento
Que são bons os tormentos
Que escolhi manter em mente.

Passo a deixar de lado
Tudo o que não sei.

Carregar o fardo
Do amor que arruinei.

Agora mal sobrevivo…

Sem ceder.

Autor: Aguida Leal

Olá, meu nome é Águida Leal, tenho 27 anos e criei esse blog para compartilhar minha visão romântica da vida. Minhas paixões me guiam a momentos únicos e percebi que as pessoas gostam de ler sobre a vida.

Deixe uma resposta