A noite vem e com ela chega o silêncio. Marasmo de sentimentos. A noite traz a falta das despedidas que há tempos não dizia… Traz consigo juras de amor que foram quebradas debaixo da lua cheia. Traz também a dor da incerteza. A saudade dos olhos arregalados que sorriam fácil a mim. Noite maldita que não diz o que quero ouvir! Quero teus beijos como segredos e teus braços como lar. Quero a fuga do meu mundo e no seu para sempre estar. Quero contexto feliz num para sempre quebrado, trincado, perdido. Quero ser tua joia rara no coração escondido. Quero tocar teus dedos como quem só o pode isso. Quero navegar no teu olhar que tão leve me seduz. O que seria da noite sem um amor para sonhar? O que seria do meu sono sem contigo poder sonhar? Retorne, repare! Preciso do teu calor que já não é somente de amor, mas de vida. Vida que segue, continua, da frutos e nos faz feliz. Porque tudo precisa se reconstruir. Nenhum homem vive largado de seus laços por muito tempo. Venha! Sabes que cabes nos meus braços, a te envolver.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s