Incorrespondida

Eu gosto dele.
Do sorriso dele.
Da forma que ele anda.
Como pisca forte pra repetir algo que disse.
Gosto de como os olhos dele brilham
ao fazer algo que realmente goste, como cantar.
E adoro a voz dele.
Amo a forma como ele se veste,
sem parecer um velho mas também sem parecer moleque.
Gosto das carretas que ele faz.
Das músicas que me faz ouvir.
Sinto saudades dele.
Sinto como se fossemos metades da mesma laranja.
Mas ele passa por min e não me vê.
Eu digo oi e ele nada.
Não quero, mas vou deixar ele ir.
Quem sabe assim eu veja alguém que
realmente me queira e está tão próximo
que eu nem perceba… mas sinto falta
daqueles olhos que sorriem sozinhos…

Anúncios

Escrito por

Estudante de Jornalismo e brasiliense. Apaixonada por cinema, literatura, música, culinária e beleza. Com família paraense, das raízes indígenas, se criou em Brasília onde pode descobrir mais sobre o mundo e se apaixonou pela profissão que escolheu. Criou o Diário em 2014, quando decidiu manter vivas as poesias que mantinha em cadernos por anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s