Indispensável

O silêncio é uma porta que quando aberta, fere.
A dor é uma desculpa que quanto mais usada, menos se sente.
O adeus é um motivo que quando dito, restrito.
A alma é um ser que quando sujo, se perde.
O por que é um questionamento que quanto mais respondido, mais dói.
A espera é um motivo que quanto mais se tem, mais existe desespero.
O amor é uma virtude que quando obtida, há egoísmo.
A fé é uma religião que quando escolhida, defendida até o fim.
A vida te cobrará o silêncio,
a sobrevivência dolorosa,
o adeus diário e inesperado,
a alma suja de erros,
os “por que?” sem resposta,
a espera eterna,
o amor possessivo e
a fé realmente indispensável.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s