Promessas

Amanhã acordaremos juntos na nossa casa de tijolos.
Quando o sol atravessar a nossa janela
receberemos a benção do Criador dos homens.
Ficaremos acordados quando o eclipse lunar começar.
Pularemos as ondas
só porque você tem medo dos peixinhos na beira do mar.
Cuidaremos das feridas para que elas cicatrizem logo.
Tenhamos filhos como frutos do nosso sentimento.
Guardemos o medo para a morte,
incerta.
Surpreenda-mo-nos com os risos e gargalhadas espontâneos.
Cubra-mo-nos no frio de inverno,
quando somente um café forte poderá nos aquecer.
Fiquemos a sós com nosso amor para ele ser vivido ao máximo.
Troquemos beijos,
abraços,
juras,
sonhos…
brigas,
conquistas,
desculpas…
Façamos as pazes,
a barba,
amor.
Celebremos o nosso amado Criador.
Cantemos, dancemos, amemos…
Vivamos, tenhamos paz.
Que as promessas dessa moça
Possam ser fieis àquele rapaz.
E se do contrario não for assim,
Que algum dia seja, melhor!
Porque se não há razão para perder
Por que insistir em não tentar?

Anúncios

Escrito por

Estudante de Jornalismo e brasiliense. Apaixonada por cinema, literatura, música, culinária e beleza. Com família paraense, das raízes indígenas, se criou em Brasília onde pode descobrir mais sobre o mundo e se apaixonou pela profissão que escolheu. Criou o Diário em 2014, quando decidiu manter vivas as poesias que mantinha em cadernos por anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s