Sono

​Eu estava bem até que chegou a noite. Ela me assusta. Seu silêncio me amedronta e me perco em pensamentos sem nexo por horas. O sono não vem…

Penso nos amores que busquei e choro lágrimas de águas passadas e resolvidas só porque tenho medo de tê-las novamente. O sono não vem…

Me perco nos problemas do mundo e choro porque não posso fazer nada por eles. Guardo-os na caixinha dos desesperos. O sono não vem..

Crio diálogos para estocá-los caso precise algum dia desses. O sono não vem…

Culpo-me por todo os meus planos que não deram certo e choro por ter sido tão estúpida a ponto de apostar neles. O sono não vem…

O dia amanhece e eu estou acordada. Passo o dia sem ligar para nada nem ninguém. Como apenas quando o corpo pede e tudo fica bem. Ninguém me incomoda e leio meus livros com um café ao lado. Mas aí anoitece… E o sono? Bom, ele não vem.

Anúncios

Escrito por

Estudante de Jornalismo e brasiliense. Apaixonada por cinema, literatura, música, culinária e beleza. Com família paraense, das raízes indígenas, se criou em Brasília onde pode descobrir mais sobre o mundo e se apaixonou pela profissão que escolheu. Criou o Diário em 2014, quando decidiu manter vivas as poesias que mantinha em cadernos por anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s