Sozinha

E voltou a se sentir sozinha, excluída dos planos dele, mais distante que alguns amigos… por fora de tudo o que ele pensa, faz ou deseja. Ela, que tanto se deu até se esgotar para si mesma, está se sentindo sozinha.

Sozinha, mas com ele do lado. O coração meio dolorido, mas aquecido pelos pensamentos positivos que insiste em manter. Já não o vê lhe dando amor nem nas pequenas coisas, nas poucas satisfações que ainda dava… parece que acabou, mas ainda continuam juntos.

Se estiverem com os amigos, ele se solta, se diverte, pula, grita, ri e faz todos rirem… mas ela fica ali do lado, se sentindo sombra dele… se sentindo alguém que não faria a menor falta.

E quando acha que chegou a hora de acabar com tudo, ele lhe abraça. E parece que nada mais lhe falta. Porque nos braços dele tudo se acalma.

Se acalma e se ajeita porque seus corações se pertencem, mesmo que os problemas que surgem vão desgastando, vão os separando… e que alguns invejosos coloquem caraminholas em suas cabeças.

Ela sempre teve certeza do seu sentimento e sempre o defendeu por conhecer cada pedacinho do coração dele, e do seu também.

Mas sabia que precisava aquecer mais seu relacionamento, porque nada que o fizesse acabar tinha acontecido. Apenas a rotina.

Se banhou, se perfumou, cozinhou… preparou um dia inteiro pra agradá-lo.

Arrumou uma mochila cheia de gostosuras que havia feito… sem faltar seu morango com chocolate, ela organizou o melhor domingo de suas vidas.

Passou na casa dele para pegá-lo, ganhou um beijo cheio de sentimento e foram em direção ao parque.

Ele ficou surpreso com tanta coisa, amava quando ela era espontânea e o fazia sentir-se especial. Pensava em deixá-la por causa das trocas de ideias e das rotinas tão diferentes, das vontades tão inusitadas. Mas percebia que cada ser unicamente tem seus próprios pensamentos, desejos e ambições… com eles não seria diferente.

E por gostar tanto da essência dela, decidiu prosseguir.

Dois corações que se completam jamais conseguirão se dividir. Já se encontraram, precisam apenas reaquecer-ser. Realinhar-se. Reapaixonar-se. Porque amor também precisa ser renovado dia a dia.

E ela, já não se sentia mais tão sozinha.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s