Metades

Olhos sorriem como o brilho do dia

O sol é pequeno perto de ti

Meu coração, ser teu, adoraria

Dizer sim ao altar,

Ter filhos, casa, férias…

Ter vida, alegria e momentos…

Chorar, rir, brigar.

A vida é longa, 

Temos muito o que viver…

Muito o que sorrir,

Muito o que fazer.

Andemos lado a lado

De mãos dadas

Até envelhecer.

E se um morrer antes do outro

Prometo que teu será meu coração

E eternamente amantes, seremos.

Como metades de uma mesma canção.

Anúncios

Escrito por

Estudante de Jornalismo e brasiliense. Apaixonada por cinema, literatura, música, culinária e beleza. Com família paraense, das raízes indígenas, se criou em Brasília onde pode descobrir mais sobre o mundo e se apaixonou pela profissão que escolheu. Criou o Diário em 2014, quando decidiu manter vivas as poesias que mantinha em cadernos por anos.

Um comentário em “Metades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s