De mais

Que o silêncio fala de mais

Que a flor grita de mais

Que a dor cala de mais

Que o suspiro sente de mais

Que a lágrima goteja de mais

Que o amor ama de mais

Que o verbo conjuga de mais

Que o resto deixa de ser mais

E passa a ser menos

E tudo o que é menos

Faz falta de mais.

Anúncios

3 comentários em “De mais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s