Top 5 – Séries disponíveis Netflix

Que eu sou apaixonada por audiovisual/cinema não é novidade e vocês já sabem bem, então resolvi trazer esse post para indicar algumas séries que tenho acompanhado bastante e levantar os pontos que me fizeram viciar e maratonar todas elas tentando, é claro, sair do esperado, como Stranger Things.

3%

id137867_1

Talvez eu esteja atrasada, mas eu realmente indico pra todo mundo que me pergunta.

A primeira série brasileira produzida pela Netflix.
Recebi essa indicação com uma certa persistência e quase não dei muita atenção,
mas quando sentei para assistir não consegui mais parar. A fotografia é muito boa, embora em alguns momentos eu tenha sentido o cenário grande de mais para pouco preenchimento… não sei se vocês me entenderam. Mas a história, a forma como o roteiro vai se conduzindo me deixou muito intrigada e eu não conseguia mesmo parar de ver.
Adoro quando crio opções de história, uma forma de trabalhar minha criatividade, porém isso às vezes me frustra. Não foi o caso dessa série. Fiquei bem conformada com a forma como tudo se conduziu e minha ansiedade e curiosidade estão desesperadas esperando a próxima temporada que chega em 2018.

g1_3_divulgacao

Vocês conhecem, né? É a série de língua não inglesa mais vista nos Estados Unidos! Gente, isso por si só já diz muito. A história se passa num mundo pós apocalíptico dividido em dois extremos: os super ricos e os super pobres.

Pode até parecer muito óbvio, mas o fechamento da primeira temporada foi uma sacada muito boa e levanta um questionamento humano muito bem pensado. Existe um motivo para que os jovens com uma idade x participam dessa seleção, mas a sacada vem quando os escolhidos se perguntam se realmente vale à pena essa transição ao descobrirem o que lhes custará.

Gente, eu pensei em muitos motivos, mas nenhum foi o que eu descobri nos últimos episódios e isso foi o que me deixou mais satisfeita, porque não me frustrei com o final.

Lovesick

seicdrs6

Gente, eu não queria levantar a moral do meu namorado sabendo que o leonino vai ficar me enchendo o saco dizendo “eu avisei que era maravilhoso, não avisei?!”, mas não tem como deixar essa série de fora. A construção do roteiro é super interessante, segue uma linha parecida com How to get away with a murder, misturando presente e passado, mas isso não deixa ninguém confuso. A história também é super envolvente e leve, consegui maratonar em dois dias e estou louca pela próxima temporada. Além de ter uma trilha sonora muito maravilhosa!

lovesick

A história é: Dylan (Johnny Flynn) descobre que contraiu uma DST e precisa entrar em contato com todas as mulheres com quem já teve relações sexuais para informá-las e orientá-las a fazer o exame. Ele recebe a ajuda do seu melhor amigo Luke (Daniel Ings) -que é um alívio cômico muito maravilhoso que, ao longo dos episódios, te deixa apaixonada pelo seu jeito quando você conhece as outras camadas- e de Evie (Antonia Thomas), uma amiga que já foi super apaixonada por ele mas guardou segredo até superar e agora está noiva. SPOLIER AQUI: O rolê fica sério quando Dylan percebe que está apaixonado por Evie.

Quântico

quantico

Eu não sei nem o que falar dessa série pra vocês de tão apegada que eu sou. A indicação veio de uma blogger que eu acompanho a muito tempo, Bruna Vieira, que também tem um canal no youtube. Eu sou completamente fascinada por contextos policiais e investigativos e Quântico me pegou nisso.

Achei um roteiro bem elaborado, gosto de como a câmera se move e registra as cenas, gosto dos alívios cômicos e acho a atriz principal, Priyanka Chopra (Alex Parrish) maravilhosa. Eu gosto de como consegui identificar de cara, na primeira temporada, qual seria o final, mas a forma como fiquei em dúvida ao longo dos episódios foi o melhor.

quantico-137

A série está caminhando para a terceira temporada no início de 2018 com um novo showrunner que me deixa apreensiva, além de saídas e novas entradas no elenco. Um pouco frustrada por não ter mais as gêmeas maravilhosas, mas ansiosa.

A história é assim: um grupo de recrutas chega à base do FBI, em Quântico, para o treinamento. Eles são considerados alguns dos melhores agentes, mas, paradoxalmente, um deles se torna suspeito de planejar o maior ataque em Nova York desde o dia 11 de setembro.

Outlander

outlander

Outra série indicada pelo namorado, ok, agora ele vai ficar ainda mais convencido.

Essa série é baseada nos livros de Diana Gabaldon em que a personagem principal, Clair (Catriona Balfe) viaja 200 anos no tempo. Mas não é assim tão ficção!

Clair estava como enfermeira durante a segunda grande guerra, e seu marido, Frank Randall (Tobis Menzies), defendia a Grã Bretanha. Ambos decidem realizar uma segunda lua de mel, após o período separados pela guerra, para se reconectarem. Frank quer conhecer mais sobre seus ancestrais e a viagem do casal é à Escócia. Ali, logo no início do primeiro episódio, já acontece toda essa loucura em que Clair se encontra duzentos anos antes da grande guerra. Quando os Highlanders estão contra a coroa Inglesa, no ápice dos levantes jacobitas, um pouco antes da batalha de Colluden e tantas outras batalhas.

O legal é a fusão dos períodos históricos! E perceber que alguns ganchos são maravilhosos, como o fato de Clair conhecer muitas plantas medicinais (e venenos) e isso ser motivo de a considerarem bruxa.

Outlander Season 2 2016

A fotografia é incrível e o figurino também. Eu adorei perceber a gaita de fole na abertura e na trilha sonora. Os figurinos da segunda temporada também são surpreendentes, já que boa parte se passa na França.

Eu desconhecia a existência dos livros quando comecei a assistir à série, então já estou louca para ler tudo! O roteiro foi muito bem criado e a autora dos livros esteve atuante em alguns episódios.

Por ser um bestseller, existem pacotes de viagem pelas terras altas da Escócia: lápides dos clãs, lugares onde a série foi filmada, locações tais como casas e castelos… enfim.

Extra!

Gypsy

0b6_fdrjd56omxznad3l2rujvcjg

Novidade no catálogo da Netflix, Gypsy promete muita loucura.
Confesso que comecei a assistir ontem, pois é… e já estou completamente intrigada com o roteiro. Já me pegou!

Sinopse: A terapeuta Jean Holloway (Naomi Watts) se preocupa muito com o bem-estar de seus pacientes e ao mesmo tempo tem um grande interesse pela vida deles. Ela acaba usando as informações confidenciais ouvidas no consultório para se aproximar deles e das pessoas que vivem com eles.

51253f7b4840a5715b342fe9009b3e0566daa9ac

É um drama e suspense, mas confesso que achei muito psicótico e eu adoro isso.
Admiro muito as fotografias que a netflix traz em suas séries, os elencos tem me surpreendido quase sempre e os roteiros tem me feito pirar pela abordagem.

Ainda não sei se vou gostar realmente, mas estou super curiosa para saber o que acontece com a Jean.

 

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s