Top 5 – Séries disponíveis Netflix

Que eu sou apaixonada por audiovisual/cinema não é novidade e vocês já sabem bem, então resolvi trazer esse post para indicar algumas séries que tenho acompanhado bastante e levantar os pontos que me fizeram viciar e maratonar todas elas tentando, é claro, sair do esperado, como Stranger Things.

3%

id137867_1

Talvez eu esteja atrasada, mas eu realmente indico pra todo mundo que me pergunta.

A primeira série brasileira produzida pela Netflix.
Recebi essa indicação com uma certa persistência e quase não dei muita atenção,
mas quando sentei para assistir não consegui mais parar. A fotografia é muito boa, embora em alguns momentos eu tenha sentido o cenário grande de mais para pouco preenchimento… não sei se vocês me entenderam. Mas a história, a forma como o roteiro vai se conduzindo me deixou muito intrigada e eu não conseguia mesmo parar de ver.
Adoro quando crio opções de história, uma forma de trabalhar minha criatividade, porém isso às vezes me frustra. Não foi o caso dessa série. Fiquei bem conformada com a forma como tudo se conduziu e minha ansiedade e curiosidade estão desesperadas esperando a próxima temporada que chega em 2018.

g1_3_divulgacao

Vocês conhecem, né? É a série de língua não inglesa mais vista nos Estados Unidos! Gente, isso por si só já diz muito. A história se passa num mundo pós apocalíptico dividido em dois extremos: os super ricos e os super pobres.

Pode até parecer muito óbvio, mas o fechamento da primeira temporada foi uma sacada muito boa e levanta um questionamento humano muito bem pensado. Existe um motivo para que os jovens com uma idade x participam dessa seleção, mas a sacada vem quando os escolhidos se perguntam se realmente vale à pena essa transição ao descobrirem o que lhes custará.

Gente, eu pensei em muitos motivos, mas nenhum foi o que eu descobri nos últimos episódios e isso foi o que me deixou mais satisfeita, porque não me frustrei com o final.

Lovesick

seicdrs6

Gente, eu não queria levantar a moral do meu namorado sabendo que o leonino vai ficar me enchendo o saco dizendo “eu avisei que era maravilhoso, não avisei?!”, mas não tem como deixar essa série de fora. A construção do roteiro é super interessante, segue uma linha parecida com How to get away with a murder, misturando presente e passado, mas isso não deixa ninguém confuso. A história também é super envolvente e leve, consegui maratonar em dois dias e estou louca pela próxima temporada. Além de ter uma trilha sonora muito maravilhosa!

lovesick

A história é: Dylan (Johnny Flynn) descobre que contraiu uma DST e precisa entrar em contato com todas as mulheres com quem já teve relações sexuais para informá-las e orientá-las a fazer o exame. Ele recebe a ajuda do seu melhor amigo Luke (Daniel Ings) -que é um alívio cômico muito maravilhoso que, ao longo dos episódios, te deixa apaixonada pelo seu jeito quando você conhece as outras camadas- e de Evie (Antonia Thomas), uma amiga que já foi super apaixonada por ele mas guardou segredo até superar e agora está noiva. SPOLIER AQUI: O rolê fica sério quando Dylan percebe que está apaixonado por Evie.

Quântico

quantico

Eu não sei nem o que falar dessa série pra vocês de tão apegada que eu sou. A indicação veio de uma blogger que eu acompanho a muito tempo, Bruna Vieira, que também tem um canal no youtube. Eu sou completamente fascinada por contextos policiais e investigativos e Quântico me pegou nisso.

Achei um roteiro bem elaborado, gosto de como a câmera se move e registra as cenas, gosto dos alívios cômicos e acho a atriz principal, Priyanka Chopra (Alex Parrish) maravilhosa. Eu gosto de como consegui identificar de cara, na primeira temporada, qual seria o final, mas a forma como fiquei em dúvida ao longo dos episódios foi o melhor.

quantico-137

A série está caminhando para a terceira temporada no início de 2018 com um novo showrunner que me deixa apreensiva, além de saídas e novas entradas no elenco. Um pouco frustrada por não ter mais as gêmeas maravilhosas, mas ansiosa.

A história é assim: um grupo de recrutas chega à base do FBI, em Quântico, para o treinamento. Eles são considerados alguns dos melhores agentes, mas, paradoxalmente, um deles se torna suspeito de planejar o maior ataque em Nova York desde o dia 11 de setembro.

Outlander

outlander

Outra série indicada pelo namorado, ok, agora ele vai ficar ainda mais convencido.

Essa série é baseada nos livros de Diana Gabaldon em que a personagem principal, Clair (Catriona Balfe) viaja 200 anos no tempo. Mas não é assim tão ficção!

Clair estava como enfermeira durante a segunda grande guerra, e seu marido, Frank Randall (Tobis Menzies), defendia a Grã Bretanha. Ambos decidem realizar uma segunda lua de mel, após o período separados pela guerra, para se reconectarem. Frank quer conhecer mais sobre seus ancestrais e a viagem do casal é à Escócia. Ali, logo no início do primeiro episódio, já acontece toda essa loucura em que Clair se encontra duzentos anos antes da grande guerra. Quando os Highlanders estão contra a coroa Inglesa, no ápice dos levantes jacobitas, um pouco antes da batalha de Colluden e tantas outras batalhas.

O legal é a fusão dos períodos históricos! E perceber que alguns ganchos são maravilhosos, como o fato de Clair conhecer muitas plantas medicinais (e venenos) e isso ser motivo de a considerarem bruxa.

Outlander Season 2 2016

A fotografia é incrível e o figurino também. Eu adorei perceber a gaita de fole na abertura e na trilha sonora. Os figurinos da segunda temporada também são surpreendentes, já que boa parte se passa na França.

Eu desconhecia a existência dos livros quando comecei a assistir à série, então já estou louca para ler tudo! O roteiro foi muito bem criado e a autora dos livros esteve atuante em alguns episódios.

Por ser um bestseller, existem pacotes de viagem pelas terras altas da Escócia: lápides dos clãs, lugares onde a série foi filmada, locações tais como casas e castelos… enfim.

Extra!

Gypsy

0b6_fdrjd56omxznad3l2rujvcjg

Novidade no catálogo da Netflix, Gypsy promete muita loucura.
Confesso que comecei a assistir ontem, pois é… e já estou completamente intrigada com o roteiro. Já me pegou!

Sinopse: A terapeuta Jean Holloway (Naomi Watts) se preocupa muito com o bem-estar de seus pacientes e ao mesmo tempo tem um grande interesse pela vida deles. Ela acaba usando as informações confidenciais ouvidas no consultório para se aproximar deles e das pessoas que vivem com eles.

51253f7b4840a5715b342fe9009b3e0566daa9ac

É um drama e suspense, mas confesso que achei muito psicótico e eu adoro isso.
Admiro muito as fotografias que a netflix traz em suas séries, os elencos tem me surpreendido quase sempre e os roteiros tem me feito pirar pela abordagem.

Ainda não sei se vou gostar realmente, mas estou super curiosa para saber o que acontece com a Jean.

 

Anúncios

Escrito por

Estudante de Jornalismo e brasiliense. Apaixonada por cinema, literatura, música, culinária e beleza. Com família paraense, das raízes indígenas, se criou em Brasília onde pode descobrir mais sobre o mundo e se apaixonou pela profissão que escolheu. Criou o Diário em 2014, quando decidiu manter vivas as poesias que mantinha em cadernos por anos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s