Guia para estudar a política atual

Não sei vocês, mas a cada dia que passa, com cada novo caos político, sinto mais vontade de ser patriota, lutar pelo meu país e justiça à população. Isso me faz querer aprender sobre tudo: cultura, economia, política, história, culinária, religião, literatura e tradições. Por isso resolvi partilhar minhas curiosidades, perguntas e/ou descobertas sobre alguns desses temas.

Para começar, a história deveria ser tão enraizada em nossas mentes quanto as tradições e cultura. E não falo de cultura de massa, cultura popular, mas costumes que se tornaram em cultura de povos específicos. Vou tentar explicar melhor.

Para se entender como chegamos aqui é preciso visualizar os motivos nos contextos históricos, com datas, como uma linha do tempo cheia de detalhes. A cada época, prevaleceram costumes específicos para cada povo, por exemplo: árabes, romanos, gregos, lusitanos, ingleses, colônias.

Entender o Brasil pré colônia é extremamente importante para poder visualizar a cultura indígena como mãe de tudo o que vivemos hoje. É difícil, pois não temos mais as tantas tribos que viviam por aqui, mas ainda assim existem rastros importantes. Mas onde encontrar isso?

Sinto que “alguém” manipula tanto o nosso conhecimento sobre nós mesmos que me irrito. Ainda vivemos uma ditadura, uma censura absurda quanto ao conhecimento. Vocês não se incomodam? Tá na hora de fazer algo por isso.

A política é complexa, porém fácil. Precisa de dedicação para se entender a base e então ter sua opinião formada. Nós tínhamos um plano de série de matérias explicando política, mas achei muito complicado para escrever tão logo e muito denso para ter muitos detalhes. Ainda vou terminar, vamos postar, mas vai demorar…

Se você quiser entender política sem sofrer com ideias de pessoas ou partidos, pega um livro de história e vê a linha do tempo dele, os temas em ordem cronológica, vá para a biblioteca com um computador ao lado. Pesquise cada tema linearmente. Leia livros importantes: o Príncipe, o Leviatã. Leia sobre Marx. Leia sobre os pensadores filosóficos e procure explicações mais sucintas sobre eles. Pergunte a historiadores com base no que você consegue interpretar… sabe aquele seu professor de ensino médio que você tem nas redes sociais? Pergunte a ele. Se jogue nos estudos de antropólogos sobre os índios, vá desde artigos antigos, os que tiveram contato com povos já extintos hoje.

Quando se entende a fé dos povos de séculos passados, desconstruindo as tantas barreiras que existem hoje e nos afastam, é possível ver o mundo antigo com os olhos de quem vivia ali. Isso é muito importante! Desconstrua seu preconceito a árabes, católicos e religiões africanas.

Procurem sobre a criação das primeiras universidades no mundo, o que cada uma estudava, quais sábios e líderes saíram de lá. É incrível como o acesso à educação e inteligência muda com o tempo e tecnologia.

Outro dia conversava com um tio que deixou o catolicismo e tem se envolvido com religiões africanas, e falava sobre a vontade de entendê-las. Gente, desconstruir o preconceito não é algo que se aplica apenas a sexualidade como ouvimos diariamente. Aplique esse conceito EM TODAS AS ÁREAS e verás o mundo de uma forma completamente diferente. Acho muito legal essa minha persistência e teimosia em aceitar ideais alheios, eu me obrigo a “investigar” muito minuciosamente cada detalhe, cada assunto, cada pensamento… pergunto a opinião de várias pessoas que pensam diferente e vou tentando entender o lado de cada um, concluir o que for válido e chegar a algo meu. Isso é incrível, tentem!

Saia um pouco dos ideias que você esta acostumado, para conseguir abrir um diálogo pessoal sobre o que você acredita e veja se as pessoas que falam isso estão pensando como você, isso é extremamente importante! Uma pesquisa bem feita, bem executada, te estoura bolhas e o entendimento delas e fundamental para o seu crescimento intelectual.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s