do jeito que é

Calma.
A vida resolve ferir nosso coração às vezes, assim mesmo, sem explicação ou motivo.
Respira.
Pense nas coisas bonitas da vida: o vento na árvore fazendo melodia com as folhas, um sorvete de casquinha que pinga na sua mão por causa do dia quente, um cover da sua música preferida naquele show gratuito.
Fecha os olhos.
Não existe eternidade para momentos difíceis da vida, por mais que pareça. Tudo um dia acaba, lhe garanto.
Respira fundo.
Seu ponto de equilíbrio é saber falar o que pensa, o que acha, o que sente, sem agredir verbalmente ninguém, nem você.
Olhe-se nos olhos.
Você sabe o que dói, o que machuca, o que lateja… entretanto, também sabe o que te acalma e relaxa.

Você é a pessoa mais importante no mundo do jeitinho que és.

pé na rua
rosa pálida ao chão
brilha lua
escuridão
tu somes
fome de ser
pétala amarga
solidão

necessidade
grita peito
toca alma
faz descer
a fé
a dor
esperança

paz?
donde vens?
pronde vais?

poço
cais
naufrágio

amanhece
reluz
refaz
recomeça
a paz? o cais?

recomeços
decisões
partida
tudo se ajeita

resolução.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s