mas o que é a verdade?

Andei relendo alguns posts e repensando as ideias que já descrevi em todos eles e cheguei a conclusão que nada é verdade absoluta, contudo, não é por isso que devemos nos “editar” a cada nova mudança de pensamento.

Iniciei uma nova etapa na busca pelo meu sonho de escritora, isso significa um livro. O que posso dizer sobre isso é que o projeto leva o mesmo nome do blog e, por isso, descrevo meus aprendizados com cada relacionamento que tive.

  • Verdade
    substantivo feminino

    Imutável, incorruptível, infalível. inquestionável.
    Certo, sincero, franco, exato, real.
    Caráter.
    Tudo aquilo que é visto, sentido ou interpretado dentro da realidade de cada individuo.
    É o fato concreto acontecido sem qualquer ponto de vista, é transcrever algo que aconteceu de forma minuciosa e específica, livre de qualquer contaminação de pensamentos sobre o assunto do fato. Verdade real.
    Algo factível, correspondente à realidade dos fatos. Incontroverso.
    Conhecimento, ideia ou proposição que está de acordo com o real.
    Aquilo que você acredita.

    fonte: Dicionário Informal

A minha primeira preocupação ao iniciar essa história era quanto às verdades que estou descrevendo e meu peito encheu de incertezas e inseguranças causadas por repercussões de posts menos descritivos que já publiquei por aqui. Ouvir que não superei um ex porque continuo falando sobre é o mais comum, só que não é isso o que acontece internamente no meu cérebro e coração.

Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas.

Friedrich Nietzsche

Eu AMO partilhar experiências com os meus amigos e considero amigos todos os meus leitores. Isso me dá liberdade para, nesse MEU espaço de publicar coisas que saem do meu íntimo, partilhar o que vivo e aprendo diariamente. Isso envolve meus relacionamentos, experiências profissionais e conversas com pessoas próximas.

Uma passagem que eu adoro da bíblia é quando Pilatos pergunta a Jesus, no seu julgamento, “mas o que é a Verdade?”. E eu gosto do silêncio que Jesus deixa ecoar alí.

Por que?

Porque a verdade não existe. Nada é verdade absoluta, NADA! (naquele caso a Verdade é ele)

O que você acha ser correto não é verdade. O que você acredita ser, não é. As ideologias, todas, não são verdades. Nada do que existe é verdade.

Porque tudo tem uma visão individualista que traz diversas cargas emocionais, experiências, reflexões, tudo isso caracteriza a sua visão numa verdade que só existe pra você, mas as certezas não são possíveis.

Esse pensamento me fez querer dividir ainda mais a minha história, a minha vida e experiências com vocês. Porque o que estou escrevendo lá é a minha verdade sim, mas que não é a mesma de quem está sendo descrito.

As minhas atitudes foram baseadas na minha vivência, nas minhas experiências e observações da minha bolha social! E eu sei que não sou dona da razão e muito menos que tomei as melhores decisões na vida, mas me conforta saber que JAMAIS serei perfeita, por mais que tente.

Também aprendi a não esperar a perfeição de ninguém, muito menos de quem me relaciono. Isso me fez crescer como pessoa. Quer alguns exemplos que sempre argumento com amigos?

Eu sou cristã, como já sabem, bem católica daquelas que está na igreja pelo menos duas vezes na semana. A igreja prega o amor ao próximo, seja quem for e o que quer que faça. A igreja é contra a atividade sexual de homossexuais assim como de pessoas que tem relações sexuais antes de firmar o sacramento do matrimônio. Em nenhum momento eu ouvi que a igreja é contra os homossexuais. Então eu me rodeio de amigos LGBT’s+ porque reconheço a humanidade de cada um como ser humano, não me importa os pecados que eles cometam porque, se pra mim é pecado, eles que arquem com as consequências deles, da mesma forma que eu devo arcar se quiser transar com um namorado.

O ponto é que a verdade sobre sexualidade, nessa questão, não é absoluta. Eu não posso cobrar atitude de quem não crê na mesma coisa que eu só porque eu acho errado, isso faz parte do livre arbítrio que EU acredito que todos tenhamos, a mesma coisa que a própria igreja católica traz. Porque a pessoa que não acredita nas mesmas coisas que eu não partilha da mesma verdade, ela teve outras vivências que a fazem ter essa percepção de tudo. Agora, se a igreja prega que “tudo me é permitido, mas nem tudo me convém” é algo a se colocar no íntimo de quem entende e a aceita. Isso é verdade pra mim, mas não é pro meu amigo homossexual ateu. E eu não vou deixar de manter uma amizade  com ele por isso.

Assim como um término de namoro meu pode ter sido ocasionado pela falta de atenção que eu julgo não ter recebido, assim como pela diferença em ver a vida ou até mesmo distância que conseguia suportar e fulano não. Essas verdades são minhas por direito, mas podem não ser para a outra pessoa, entende? Ao meu ver, cada um conta a sua história da forma como viveu e sentiu, se a verdade da pessoa não é a mesma que a sua, problema seu rsrs o que importa é que você esteja em paz com a SUA verdade.

Não tenho verdades, apenas convicções.

Jean Rostand

Isso faz tudo cair por terra, não? Mas acho que faz parte da vida. Se nos prendermos a paranoias que confabulamos contra o que dizem da gente, perdemos a razão. Como disse, se você está tranquilo quanto a TUA verdade, fica em paz consigo, não te inquietes com o que dizem. Infelizmente isso não está ao nosso alcance, não é acessível de edição, cortes ou roteiros, sabe?

É complicada a cobrança de não retrucar, mesmo no momento de raiva. Mas daí existem diversos ensinamentos, acho que até budistas, que te ensinam a lidar com isso. Porque palavra não dita, não causa confusão.

Gastei todas as minhas mentiras na paixão.
Gastei todas as minhas verdades no amor.
O que sobrou, sou eu.

Fabrício Carpinejar

Nos deixamos moldar pelas experiências e a nossa verdade vai ganhando mais corpo ao longo do tempo, vai se formando cada vez mais tua. Essa independência deveria ser compreendida, mas é a maior causa de desordem social em todos os ambientes. Quando tu entende que TODOS SOMOS LIVRES, você consegue manter respeito em qualquer ocasião ou lugar. O bem comum deveria ser priorizado, e não apenas o bem do meu umbigo.

Anúncios

Escrito por

♦ Brasiliense com sangue do Pará, amante de moda, culinária, cinema e música. Sonhava em ser bióloga marinha, mas vem se provando mais jornalista do que achava. Escreve menos do que sua mente produz, mas a memória deixa a desejar. Curiosa e repórter, então saiba que tudo o que disser poderá se tornar texto novo. E se a encontrar, prove seu abraço... dizem ser o melhor do mundo. ♦

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s