Términos são lutos afetivos

Despedidas,

Acordei cedinho e não vi sua mensagem de bom dia, dormiu bem?
E eu detesto dizer que to sentindo muito sua falta.
Pior que conviver com a saudade é conviver com o luto afetivo. De uma pessoa que ainda existe, mas não está mais presente na minha vida.
Saber que não teremos mais momentos, sorrisos, carícias e abraços para compartilhar.

Sem piquenique no fim da tarde, sem conversas nas madrugadas. Sem os desabafos em dias de TPM. Sem planos de viagens e para a vida.
O que fazer quando a saudade aperta, sendo que em um acordo eu disse que viveria bem sem ti.

A verdade é que a vida não para.
Você pode estar triste, alegre, ansioso, aflito – e mesmo assim, o mundo está girando.

O que nos resta é conviver com as nossas faltas, com a saudade do que vivemos e do que não vivemos. Conviver com a falta da nossa pessoa, daquela que era tão presente e agora não é mais.

Mas o que fazer quando a saudade aperta?

Autor: Pormenores da Preta

Me chamo Paloma, mais conhecida por Pamis. Nasci aqui em Brasília, mas meu coração é de andarilho. O meu amor pelos pormenores é incrível, porque os detalhes sempre se fizeram presentes na minha vida! Então escrevo crônicas, poesias, sobre coisas da alma, e quem escreve sabe, algumas inspirações vem em dias sombrios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s