Paulo Gustavo: O humor perde, o Brasil também

Confirmada às 21h12 desta terça-feira (4 de maio de 2021) a morte do ator, humorista, roteirista e gênio da atualidade, Paulo Gustavo. A eterna Dona Hermínia conquistou o país, mas Paulo é muito além.

A homenagem à sua mãe é uma memória a todas as mães, a todos os filhos à leveza da vida que só um gênio pode proporcionar. A conexão pelo riso vem leve, vem cheia de amor. Principalmente quando há identificação e por isso o chamo de gênio.

O humor brasileiro, até um pouco antes de Paulo ser um fenômeno, trazia muitos preconceitos, muitos trejeitos ofensivos e homofóbicos, muita piada que machucava. Mesmo que em alguns momentos uma piada gordofóbica ou outra partindo do Paulo incomodaram, mas passaram fácil quando a gente entendeu que era uma reprodução do que ele via acontecer com sua irmã.

Depois de um ano cheio de mortes impactantes, pessoas que marcaram vidas pelo entretenimento deixam um vazio. Um espaço obscuro nos palcos, nas telas do cinema, da tv, dos streams, um silêncio nos palcos, uma saudade.

Paulo leva um pouco de cada brasileiro com ele, mas se deixa por inteiro ao Brasil. O país que registrou mais de 400 mil mortes até esse momento.

Obrigada por todas as risadas e reflexões. Pelo amor colorido, leve e de alma. E descanse!


O ator e humorista Paulo Gustavo morreu no Rio nesta terça-feira (4), aos 42 anos, de complicações da Covid-19. O criador de Dona Hermínia — e de outros personagens inesquecíveis — estava internado desde 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul.

A piora no quadro de saúde do ator aconteceu na noite de domingo (2). Paulo Gustavo vinha apresentando melhoras significativas, chegou a ter redução de sedativos e bloqueadores e interagir com médicos e também com o marido, Thales Bretas.

À noite, no entanto, sofreu uma embolia pulmonar.

(Trecho publicado originalmente em G1, 4 de maio de 2021)

Autor: Aguida Leal

Olá, meu nome é Águida Leal, tenho 27 anos e criei esse blog para compartilhar minha visão romântica da vida. Minhas paixões me guiam a momentos únicos e percebi que as pessoas gostam de ler sobre a vida.

Nenhum pensamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s