Curso gratuito on-line ‘Música + Educação + Acessibilidade’: Inscrições terminam HOJE

Ação integra o projeto Um Novo Olhar, em parceria da Funarte com a UFRJ

Foto: Divulgação

O projeto Um Novo Olhar (UNO) divulgou que o curso Música + Educação + Acessibilidade, on-line, está com inscrições gratuitas abertas até o hoje (10 de maio de 2021). A ação é destinada a professores que ainda não utilizam a música como forma de ensino – especialmente aquele dirigido a pessoas com deficiências. As vagas são limitadas. As aulas vão ocorrer em ambiente virtual restrito aos inscritos, com início no dia 17 deste mês.

O curso tem como coordenadora de conteúdo a professora Thelma Alvares e conta com a contribuição dos professores Viviane Louro e Fernando Guilhon. O Projeto Um Novo Olhar é fruto de uma parceria da Fundação Nacional de Artes – Funarte com a Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, e tem curadoria da Escola de Música desta instituição de ensino. As inscrições podem ser feitas no site www.umnovoolhar.art.br.

A série Música + Educação + Acessibilidade foi desenvolvido por professores de música. Porém, foi estruturado para alcançar professores que não são músicos, a partir do entendimento de que a música pode contribuir com o aprimoramento do ensino regular. O direcionamento da atividade  difere de modelos usuais de proposta para educação musical. No curso, será discutida a relação profunda do homem com a música e, ainda, de que modo essa forma de expressão artística influencia no desenvolvimento humano.

Os vídeos abordam temas como: o trabalho direcionado a pessoas com deficiência; a música relacionada à inclusão desses cidadãos; as adaptações que facilitam o desenvolvimento dessa atividade; e o trabalho musical direcionado a pessoas com diferentes deficiências: intelectual, visual, auditiva, surdez e transtorno do espectro autista. As oficinas serão realizadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem da UFRJ.

Conteúdo do curso

  • A relação do homem com a música: Por que ela é tão importante?
  • Algumas considerações de Zuckerkandl sobre a relação do ser humano com a música
  • A música como ferramenta de inclusão
  • A inclusão escolar de alunos com deficiência intelectual: como a música pode ajudar?
  • A música como ferramenta educativa para crianças com deficiência visual
  • Recebendo alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), com surdez e deficiência auditiva

As aulas terão início no dia 17 de maio e o término está previsto para o dia 11 de julho de 2021. Ao final do curso, os organizadores vão emitir certificado, com carga horária de 48h, para os alunos que obtiverem a aprovação exigida.

Sobre os professores

Thelma Alvares é professora titular da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atua no curso de Licenciatura em Música; Bacharelado em Musicoterapia e no Programa de Pós-Graduação em Educação Musical. Dedica-se ao ensino, pesquisa e extensão no diálogo entre Educação Musical e Saúde, buscando, através do trabalho relacionado à educação musical na diversidade, “a desconstrução de estigmas e a construção de novas percepções e oportunidades que facilitem a inserção social de grupos desfavorecidos”.

Foi coordenadora do projeto de extensão da Escola de Música e do Instituto de Psiquiatria da UFRJ, e do Festival de Arte e Cultura da Diversidade (2012 e 2018). Realizou estágio de Pós-Doutorado em Saúde Pública na Fundação Oswaldo Cruz, sob a supervisão do Dr. Paulo Amarante. Obteve a formação no Método Nordoff-Robbins de Musicoterapia, na New York University (1994) e em formação no Método Bonny de Imagens Guiadas e Música. Foi coordenadora do Curso de Especialização em Terapia das Artes, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Escreveu o livro Coisa de Mulher? A Maternidade e a Musicoterapia: Jornadas no Mundo Patriarcal, uma pesquisa sobre a experiência da maternidade realizada com o Método Bonny de Imagens Guiadas e Música – GIM (2013). É co-autora da obra Educação Musical na Diversidade: construindo um olhar de reconhecimento humano e equidade social em Educação–  com Dr. Paulo Amarante (2016).

É bacharel em Musicoterapia pelo Conservatório Brasileiro de Música (1986); tem Especialização em Saúde Mental, pelo Instituto de Psiquiatria da UFRJ (1989). Fez Mestrado em Terapias Expressivas, pelo Lesley College (1993) e Doutorado em Educação Musical/Musicoterapia, pela University of Miami (2001).

Viviane Louro é doutora em Neurociências pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP); Mestra em Música pela Universidade Estadual Paulista (UNESP); bacharel em piano pela Faculdade da Amazônia (FAAM) e técnica no instrumento, pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul (FASCS). É docente do Departamento de Música da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde coordena os projetos: Probem do CAC, do Centro de Artes e Comunicação, e reside a Comissão de Saúde Mental e Humanização. É membro da Liga Acadêmica de Neurociência Aplicada (Liana), especializada em Neurociências e em Música e Inclusão.

Escreveu oito livros, sobre música e inclusão, e uma história em quadrinhos, com o tema “música e neurociências”. É mentora do site Música e Inclusão e do Simpósio de Educação Especial; é palestrante, em eventos relacionados à música, inclusão, psicomotricidade e neurociências, em todo o Brasil. Foi premiada em concursos de piano, artigos científicos e projetos sócio-educativos. Participou como “speaker” (oradora) no encontro TED (Tecnologia, Entretenimento e Design) Recife, em 2017.

Fernando Guilhon é mestre em Educação Musical, pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Professor de música do Instituto Benjamin Constant (IBC) e da Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna, é pianista do coral da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB)-Rio. É bacharel em Piano e licenciado e pós-graduado em Música, pelo Conservatório Brasileiro de Música (CBM-CEU).

Um Novo Olhar – UNO

O objetivo do projeto Um Novo Olhar – UNO é promover a acessibilidade e a inclusão de crianças, jovens e adultos com algum tipo de deficiência, por meio das artes e da capacitação de professores e de regentes para coro. Com a exibição online de shows e oficinas, vídeo podcasts (vodcasts), “lives” sobre arte e acessibilidade e uma série de publicações, a iniciativa tem também como alvo ampliar a percepção de toda a sociedade sobre as deficiências. O trabalho integra o programa Arte de Toda Gente, desenvolvido em conjunto pela Funarte e pela UFRJ, por meio da Escola de Música da Universidade.

Projeto Um Novo Olhar (UNO)

Curso ‘Música + Educação + Acessibilidade’
Com os professores Thelma Alvares, Viviane Louro e Fernando Guilhon
Gratuito e on-line

Inscrições: até dia 10 de maio, no site do UNO www.umnovoolhar.art.br
Vagas limitadas

O UNO é integrante do Programa Arte de Toda Gente

Realização
Fundação Nacional de Artes – Funarte | Secretaria Especial da Cultura | Ministério do Turismo
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Curadoria: Escola de Música da UFRJ

Leia mais sobre os projetos que compõem o Arte de Toda Gente, nos sites abaixo.

Um Novo Olhar (UNO): umnovoolhar.art.br
Bossa Criativa: bossacriativa.art.br
Sistema Nacional de Orquestras Sociais (Sinos): sinos.art.br


Com informações da Assessoria de Comunicação do Programa Arte de Toda Gente

(Publicado originalmente em Funarte)

Autor: redacaoddule

Publicações que são reescritas ou replicadas e não podem ser assinadas são publicadas como produzidas pela Redação DDULE. Isto para evitar confusão e plágio.

Deixe uma resposta