Abraços em Brasília

O que é um abraço se não a troca de calor e encontro entre dois corações?

A.BRA.ÇO
substantivo masculino

1.ato de abraçar, de apertar entre os braços; amplexo.
2.FIGURADO (SENTIDO) • FIGURADAMENTE demonstração de afeto, de amizade. “mandou um a. a seus alunos”
Foto: Gabriel Ferreira

Abraço é sempre bom. Seja de parente, do seu amor, de um amigo que mora longe, pode ser até um abraço de cumprimento, de pedido de desculpa, um abraço de consolo ou somente um abraço rápido sem motivo ou ligação alguma.

O abraço pode dizer muito. Pode até declarar um amor, mas esse precisa ser sentido para ser doado por completo.

Foto: Gabriel Ferreira

No ano de 2014, eu e alguns amigos do curso de teatro (Ana Balara, Mariana Chavez e Matheus Castro) realizamos a campanha Free Hugs (abraço grátis) para um projeto de faculdade. Escrevemos plaquinhas, compramos balões em formato de coração e fizemos maquiagem artística para levar um pouco de amor para as pessoas. Sem fazer propaganda comercial e sem comemorar nenhuma data especial. Apenas para ver a reação e satisfação das pessoas.

Free Hugs

É um movimento social que envolve oferecer abraços a estranhos em locais públicos. Foi idealizado no ano de 2004 por um homem australiano chamado Juan Mann que compartilhou um pouco do que como surgiu a ideia no site do movimento:

Eu estava vivendo em Londres, quando meu mundo virou de cabeça para baixo e eu tinha que voltar para casa. Até o momento em que meu avião pousou em Sydney, tudo que eu tinha era uma bagagem de mão cheia de roupas e um mundo de problemas. Ninguém para me receber de volta, não há lugar para chamar de lar. Eu era um turista em minha cidade natal. Estando lá no terminal, observando outros passageiros esperando seus amigos e familiares, com os braços abertos e faces sorridentes, abraçando e rindo juntos, eu queria alguém lá fora para estar esperando por mim. Para ser feliz em me ver. Para sorrir para mim. Para me abraçar. Então eu peguei um papelão e um marcador e fiz uma placa. Encontrei o cruzamento de pedestres mais movimentado na cidade e segurei a placa no ar, acima de minha cabeça, com as palavras “Free Hugs” em ambos os lados.

Fonte: www.freehugscampaign.org/

A brincadeira consiste em sair com cartazes, parar pessoas e pergunta quem deseja um abraço. Tem pessoas que só de ver o cartaz abre os braços, outros que são mais tímidos, resistem antes de dar um abraço. Também têm aqueles que acham estranham tal ato de afeto e vão embora sem dar um abraço.

Créditos da foto: Projeto Mais Amor Por Favor

O movimento se tornou internacional graças a um videoclipe da banda australiana Sick Puppies, lançado no ano de 2006 e após o lançamento, o Free Hugs ganhou outras versões mundo a fora.

Deixe uma resposta