Todos precisamos de uma pausa, AGORA!

Faça um exame de consciência e liste todos os momentos de pausas que descansaram sua mente. Eles existem?

Internet

Por que essa pressa?

Pense bem e tente lembrar da última vez em que você não estava na correria. Difícil né?

Para onde vamos e por que precisamos chegar lá tão rápido?

Estamos vivendo os nossos dias em completa correria, em uma completa busca por algo a mais do que aquilo que temos. Procuramos experiências novas, coisas novas, pessoas novas. Queremos mais dinheiro, mais festas, mais. E no final dessa busca, dessa corrida desenfreada, sempre acabamos cansados e querendo que o dia tivesse mais tempo. Só que os dias estão cada vez mais rápidos.

Vivemos uma época em que sofremos todos os dias. Constantemente bombardeados por informações. Podemos acessar notícias do mundo todo sobre qualquer coisa, a qualquer hora e de qualquer lugar. Isso não é tão incrível quanto parece.

Esse bombardeio de informações nos atinge diretamente por meio dos feeds das redes sociais. Faz com que nada pareça ser bastante, que é preciso mais. Mais tempo, mais pesquisa, mais interação com o assunto para que possamos ser “doutores” sobre algo com apenas algumas horas de leitura. Leitura? Não! Não temos tempo para a leitura… horas de passear os olhos sobre o assunto está errado!

Internet


Nós não estamos mais sabendo aproveitar os dias. Estamos sofrendo de ansiedade por querer apressar o futuro e de depressão por não sabermos lidar com o passado. Vemos adolescentes com gastrites nervosas por conta das pressões sociais postas sobre eles; uma pressão muitas vezes exagerada, que nos leva a pensar se o lugar para onde estamos indo com tanta pressa vale mesmo a pena.

Vivemos em uma época de fácil acesso à informações e não sabemos lidar, as 24 horas não suprem as vontades. Queremos mais. Sejam mais informações, sejam mais horas de estudos, sejam mais horas de paquera, seja mais qualquer coisa que desejamos.

A pausa é necessária. Sim, uma pausa. Uma pausa longe de informações demais, longe de pressões, longe de querer adiantar o futuro para que se possa aproveitar o presente. Toda essa corrida para um futuro incerto está fazendo com que nós percamos o presente, e perdendo o presente geramos automaticamente um passado sem lembranças.

Faça pausas. Não tem porquê ter vergonha.

Respire.

Repare nas cores do pôr do sol, ligue (ligue! Não mande  mensagens rápidas) para os seus amigos e familiares, pense sobre onde você quer chegar e não se deixe ser levado por essa maré violenta. Aproveite seu presente e ao invés de correr.

Ande. Mas ande respirando, com calma. Reparando.

Crie as lembranças que vai querer ter no futuro.

Nenhum pensamento

  1. As pausas, recolhimentos são importantes, estamos tão no automático, que esquecemos de apreciar a caminhada, o olhar atento a uma flor, ou apenas parar pra ouvir de verdade o que o íntimo do nosso coração quer, respeitando o nosso ser e nosso tempo.
    Obrigada pelo texto, ótimo reflexão logo pela manhã!
    ótimo dia!!

Deixe uma resposta