o meu ser, sonhador

Nem tudo o que faço é por ti. Prefiro me enganar que provar cada palavra que meu racional ousa te maldizer em pensamento. Prefiro ser a pessoa boa que não espera o mal, nem pede isso a ninguém. Quero a consciência tão limpa quanto tua cara, lavada. Guardei todos os guardanapos que me escreveu dentro […]

Leia mais

a dor me fez uma rima

Como quem precisa acordar e tomar um banho gelado, ou melhor, um susto para que possa despertar e avisar ao resto do corpo: é hora de lutar. Como quem já tentou de um tudo sem conseguir somar, que por mais que tenha andado ao fim não vai chegar. Como quem sente uma saudade e já […]

Leia mais

Lua nova é teu sorriso

“Era a nuca que me prendia o ar, me cessava os pensamentos e me fazia ficar imóvel. Os ombros de fora, descobertos da camisa branca de listras que eu tanto amo, denunciavam aquela nuca. Ah! Tão cheia de poderes sobre mim… “

Leia mais

A figueira

(este é um epílogo de uma estória que está sendo produzida) (outros posts de referência a essa estória em conto e crônica) – Leonardo! – gritou o rei William da Casa de Leonel – Já completastes vinte e um anos, eu certamente vou lhe confiar a nossa igreja. – Se insiste, eu não negarei tal serviço, […]

Leia mais

Em cor de rosa

  Havia chovido bastante e a rua estava cheia de poças d’água traiçoeiras. Algumas gotas estavam atrasadas e faziam o dia mais calmo. Guarda-chuvas coloriam a rua e os poucos carros, vagarosamente passando, traziam um pouco de vida àquele momento. Ele estava ali, parado, sem reação. Havia esperado aquele momento com o coração aflito e disparado. […]

Leia mais