Em cor de rosa

  Havia chovido bastante e a rua estava cheia de poças d’água traiçoeiras. Algumas gotas estavam atrasadas e faziam o dia mais calmo. Guarda-chuvas coloriam a rua e os poucos carros, vagarosamente passando, traziam um pouco de vida àquele momento. Ele estava ali, parado, sem reação. Havia esperado aquele momento com o coração aflito e disparado.… Leia mais Em cor de rosa

Psiu

– Ei! Psiu. Ela gritou para ele que, havia se despedido há trinta segundos, virando-se novamente para ela abrindo-lhe um sorriso. Aquele sorriso que alegrava todos os dias em que passavam juntos e o mesmo sorriso que dava forças, a ela, para esperar o próximo toque. – Oi, menina. – Volta aqui! – ela abria… Leia mais Psiu

Equivoco

Ela, que não sabia o que era perdoar, amava. E quem sabe como é amar muito se recorda que perdoar é essencial. Ela, ainda presa aos seus medos, se permitia ao devaneio, aos mesmos erros e ao pânico de que jamais serviria como alicerce. Acreditava cegamente na inocência de seu príncipe sem notar que a… Leia mais Equivoco