Sobre o Diário

Seria mais fácil me descrever com uma música ou com poema, mas isso já é feito em todos os posts desse blog – já que o uso verdadeiramente como um diário. Essa ideia nasceu por do nada. Nunca pensei em tornar meus pensamentos tão públicos até porque nunca achei que leriam.
img_-fri8ow

Não dou nomes aos personagens reais das muitas histórias que escrevo baseadas em pessoas próximas por motivos óbvios: privacidade. Embora muita gente leia com uma ideia hipotética de quem seja, ainda não aconselho a acreditarem que é quem pensam. Uma escritora ganha licença para escrever seu diário com fatos e com criações, já que a criatividade é algo que nasce facilmente.

O diário é o meu espaço para despejar quem sou, o que penso, o que crio. Muitas vezes é um lugar para desabafar, para chorar através das palavras, para sonhar com elas também… é onde passo a maioria das noites em claro imaginando formas de criar mais e mais.

img_20180909_114731_459

Muitos amigos me descrevem como sonhadora e de fato o sou, porque acredito que tudo é possível. E por mais que meus sonhos sejam enormes (como ganhar um Grammy, ou um Oscar… quem sabe o prêmio Nobel da Paz?) eu sei que todo esforço é recompensado e isso já me basta.

Minhas poesias nascem dos sentimentos mais conflitantes possíveis, se forem ler com o coração aberto e sem achar que tudo é romântico, perceberão que nem sempre escrevo sobre amor de maneiras óbvias. Um romance sobre coisas nada convencionais é mais minha praia… como um conto sobre morte de forma romantizada para provar que tem quem se engane ao achar o tema tão cinza.

Costumo dizer que sinto tudo muito forte e é verdade. Seja raiva, dor, alegria… se for amor então!

Lógico que meus amigos confidentes ganham um grande espaço aqui e é sobre eles que escrevo a maior parte do tempo! Amigos, vocês estão diluídos nos meus textos de uma forma implícita, em formas de pensar, em ações, em palavras que usam muito… vocês se identificarão sem que eu diga algo. E minha família linda – isso inclui a Meg (RIP) e a Gata – vocês podem não me apoiar diretamente e dizer que preciso colocar os pés no chão, mas eu sei que choram sempre que leem meus textos sobre vocês. Os amo incondicionalmente.

Resumindo em uma palavra o que sou: SONHADORA.

Todos os meus amigos, familiares e conhecidos me descrevem com essa mesma palavra. Como já disse, sonhar não é ruim e nenhum sonho é impossível, o diário é o meu sonho, o meu espaço favorito do quarto, da sala, da cozinha e até do banheiro. Vou partilhar meus medos, inseguranças, paixões, amores, perdas, sonhos, alegrias e tantas coisas mais. Estejam preparados para o que vier, porque odeio rotina, logo, quebrarei as rotinas de posts melosinhos e poéticos com assuntos nada a ver e bem inesperados.

Pra fechar lhes deixo minha frase, meta, mantra -ou seja lá que nome se dá pra isso-:

Seja a mudança que espera do mundo.

Gandhi

A vida é nossa e os sonhos também, corram atrás da felicidade e da realização sem esquecer das pessoas realmente importantes pra vocês.

E, como sempre, SÓ PERMANEÇA ONDE PUDER AMAR!

Anúncios

5 comentários em “Sobre o Diário

  1. Gostei de sua apresentação. Você ainda é bastante jovem e ser SONHADORA, assim maiúscula, a meu ver, é fundamental, porque semeia os frutos e aguardar por eles é maravilhoso.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s